MENU

Letra da Música

Dois Tiros pro Céu - Mc Sid


Original
Traducción al Español
English Translation
TOP Funk - Retrato - MC Livinho
Dónde Estarás - J. Balvin
Dinero - Jennifer Lopez feat. DJ Khaled, Cardi B
Fall In Line - Christina Aguilera feat. Demi Lovato
Mi Cama - Karol G
This Is America - Childish Gambino
Fall In Line - Traducción - Christina Aguilera
Única - Ozuna
My Life Is Going on - La Casa De Papel
甘えちゃってSorry - AYA a.k.a. PANDA
Don't Go Breaking My Heart - Backstreet Boys
Piso - Bhavi ft. Ecko
FAME - Kontra K feat. RAF Camora
Back To You - Selena Gomez
Back To You - Traducción
Top 1 FR - Habitué - Dosseh
Top 1 AR - Dimelo - Paulo Londra
Top 1 BR - JOGO DO AMOR - MC BRUNINHO
Top 1 DE - Über Nacht - Gzuz
Top 1 TR - Şehrin Yolu - Feride Hilal Akın
Top 1 NL - Money Komt, Money Gaat - Josylvio
Top 1 RU - Bloom - перевод по-русски - Troye Sivan
Top 1 MX - Besame - Bhavi feat. Seven Kayne
Top Viral - Dame Tu Cosita - El Chombo
Ao Vivo E A Cores - Matheus & Kauan feat. Anitta

Dois Tiros pro Céu - Mc Sid | Letra da Música

[Refrão: 2x]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo

[Verso 1]
E eu, nunca dei valor pra nada na vida
Depois de preceber que ninguém me dava valor nessa porra
Comprei minha passagem de ida (passagem de ida)
Decidi dominar essa merda antes dos meus trinta
Morte me espera em qualquer esquina irmão
Por isso que eu vivo em brasilia



Essa cidade ta morna demais, e eu to doidão pra por fogo no [?]
E essa cidade ta chata demais, só tem gente burra e filho de rico
E essas pessoas são falsas demais, agora eu sou famoso e cheio de amigo
Cês devem achar que eu sou burro demais, lá no passado quem tava comigo?

[Refrão: 2x]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo



[Verso 2]
E eu sou, mal agradecido
Nunca quis ter nada disso daqui
Queria só meus amigo de infância
E uma mina maneira que dormi-se aqui
Saudades de quando o rolê era eu, meu irmão, Fred, João e o Alex
Hoje o rolê ta cheio de gente estranha
Umas mina sem roupa cheirando a latéx
Achava que eu ia morrer na bala
Hoje eu vejo arma, fico relax
Acho que eu morro de infarto cedo
Sou muito novo, pra tanto estresse



Eu tenho contas demais, muitos rivais, problemas com drogas demais, raiva demais
Eu caio cedo, levo todos demais
Desde molequinho eu nunca me importei com grana nessa porra (não)
Mas sempre me importei com meus amigo que ficava quando a casa caía (sempre)
Tu acha que me engana com esse papo que tomaria um tiro por mim?
Assim, à um mês atrás, tu nem me conhecia

[Refrão: x2]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo



(Pra me lembrar que eu to livre)
(Pra me lembrar que eu to vivo)
(Pra me lembrar que eu sou livre)
(Pra me lembrar, pra me lembrar)
(Pra me lembrar que eu sou livre)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)

[Refrão: 2x]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo

[Verso 1]
E eu, nunca dei valor pra nada na vida
Depois de preceber que ninguém me dava valor nessa porra
Comprei minha passagem de ida (passagem de ida)
Decidi dominar essa merda antes dos meus trinta
Morte me espera em qualquer esquina irmão
Por isso que eu vivo em brasilia



Essa cidade ta morna demais, e eu to doidão pra por fogo no [?]
E essa cidade ta chata demais, só tem gente burra e filho de rico
E essas pessoas são falsas demais, agora eu sou famoso e cheio de amigo
Cês devem achar que eu sou burro demais, lá no passado quem tava comigo?

[Refrão: 2x]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo



[Verso 2]
E eu sou, mal agradecido
Nunca quis ter nada disso daqui
Queria só meus amigo de infância
E uma mina maneira que dormi-se aqui
Saudades de quando o rolê era eu, meu irmão, Fred, João e o Alex
Hoje o rolê ta cheio de gente estranha
Umas mina sem roupa cheirando a latéx
Achava que eu ia morrer na bala
Hoje eu vejo arma, fico relax
Acho que eu morro de infarto cedo
Sou muito novo, pra tanto estresse



Eu tenho contas demais, muitos rivais, problemas com drogas demais, raiva demais
Eu caio cedo, levo todos demais
Desde molequinho eu nunca me importei com grana nessa porra (não)
Mas sempre me importei com meus amigo que ficava quando a casa caía (sempre)
Tu acha que me engana com esse papo que tomaria um tiro por mim?
Assim, à um mês atrás, tu nem me conhecia

[Refrão: x2]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo



(Pra me lembrar que eu to livre)
(Pra me lembrar que eu to vivo)
(Pra me lembrar que eu sou livre)
(Pra me lembrar, pra me lembrar)
(Pra me lembrar que eu sou livre)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)

[Refrão: 2x]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo

[Verso 1]
E eu, nunca dei valor pra nada na vida
Depois de preceber que ninguém me dava valor nessa porra
Comprei minha passagem de ida (passagem de ida)
Decidi dominar essa merda antes dos meus trinta
Morte me espera em qualquer esquina irmão
Por isso que eu vivo em brasilia



Essa cidade ta morna demais, e eu to doidão pra por fogo no [?]
E essa cidade ta chata demais, só tem gente burra e filho de rico
E essas pessoas são falsas demais, agora eu sou famoso e cheio de amigo
Cês devem achar que eu sou burro demais, lá no passado quem tava comigo?

[Refrão: 2x]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo



[Verso 2]
E eu sou, mal agradecido
Nunca quis ter nada disso daqui
Queria só meus amigo de infância
E uma mina maneira que dormi-se aqui
Saudades de quando o rolê era eu, meu irmão, Fred, João e o Alex
Hoje o rolê ta cheio de gente estranha
Umas mina sem roupa cheirando a latéx
Achava que eu ia morrer na bala
Hoje eu vejo arma, fico relax
Acho que eu morro de infarto cedo
Sou muito novo, pra tanto estresse



Eu tenho contas demais, muitos rivais, problemas com drogas demais, raiva demais
Eu caio cedo, levo todos demais
Desde molequinho eu nunca me importei com grana nessa porra (não)
Mas sempre me importei com meus amigo que ficava quando a casa caía (sempre)
Tu acha que me engana com esse papo que tomaria um tiro por mim?
Assim, à um mês atrás, tu nem me conhecia

[Refrão: x2]
Dois tiros pro céu
Pra me lembrar que eu to livre
Um caso de amor (Um caso de amor)
Pra me lembrar que eu to vivo



(Pra me lembrar que eu to livre)
(Pra me lembrar que eu to vivo)
(Pra me lembrar que eu sou livre)
(Pra me lembrar, pra me lembrar)
(Pra me lembrar que eu sou livre)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)
(Pra me lembrar que eu sou vivo)


Mais de sanderlei.com.br

Música - Song
Em alta - Trends - Hot Videos
Tudo que rola no mundo musical, incluindo Billboard hot 100, música brasileira e muito mais.

PDF Domínio Público
Livros em PDF para Download
Lista completa de Livros em PDF para Download em Domínio Público

Just Go - Viagem Volta ao Mundo
#JustGo - Sanderlei Silveira

Blogs
Blogs by Sanderlei
Letras , Lyrics , Poesia , Economia , História e Geografia de Santa Catarina , São Paulo , Paraná e Mato Grosso do Sul.